29.4.14

Com o tempo a gente aprende que pra cada ação tem uma reação, que um passo dado em determinado direção não tem mais volta. A gente aprende também que pode aguentar as dores e as perdas, mas isso é um outro capítulo, ninguém sofre porque quer sofrer. Temos que separar o que é nosso, o amor que nos pertence, a nossa alma, do que é passageiro. O que vem e não fica não pode nos arrebentar, temos que ser sólidos no que levamos décadas para construir. Eu tenho que reaprender a brincar, sem colocar a minha vida como peça de um tabuleiro. Tudo isso pra dizer que eu estou pensando seriamente em falar com você, mesmo sabendo que talvez uma palavra resulte em um emaranhado de reações em cadeia. Será que eu arrisco?

Nenhum comentário: