5.1.11

Coisa bem triste ver a ilusão morrer, é possível perceber os sinais aparecendo lentamente até o fim. Aqueles que vivem da realidade a maior parte do tempo diriam que isso é um tipo de cura, mas para quem se alimenta das ilusões, para quem se recusa a ouvir a vida como um ruído de sapato nos paralelepípedos, para quem no fim da tarde pesca relâmpagos e imagina encontrar o amor, acordar do sonho é um tombo de lugar alto. A realidade tem sido boa comigo, sinto que a vida está se encaminhando e que se continuar assim é bem possível que consiga chegar a algum lugar melhor que este, e sorrio mesmo sem saber onde será, porque a vida já me reergueu tantas vezes. No entanto, eu peço para que o sonho não me seja arrancado em dias amanhecidos pelo despertador, que seja sempre possível bater àquela porta e que um olhar me venha como resposta.

Nenhum comentário: