15.10.10

É na despedida que se perdoa verdadeiramente alguém, é mais fácil perdoar pouco antes de se desprender, com o coração e a alma libertos, com a sensação de missão cumprida, sabendo que o que não foi consertado não mais importa porque é hora de ir embora. Abracei, depois de muitos e muitos anos, de coração aberto e alma livre. (Ando com lágrimas nos olhos, mas muito feliz.)

Nenhum comentário: