28.9.10

Tenho que - apesar de toda revolta, toda mágoa, toda dor, apesar do sentimento de estar da forma errada no lugar errado, apesar da lágrima presa, do grito contido, das vontades urgentes não atendidas e das vontades inconfessáveis, apesar da frustração, da humilhação das minhas impossibilidades, das amarras que não se dissolvem - me resignar e admitir que aquela é a personificação do que a beleza representa para mim.

Quero a tua imagem nos meus sonhos esta noite para que eu possa dormir em paz.

Nenhum comentário: