5.3.09

Numa noite dessas eu comecei a pensar, e bastou aquele pensamento pra que eu me sentisse numa grande gaiola. Quase sufoquei. Então eu descobri a solução. E descobri por que " a solução" me acompanha há tanto tempo. É a única forma de cortar um pensamento ruim.

Ontem me deitei de tarde por uns instantes e comecei a pensar de novo... Pensamentos impossíveis de reproduzir em texto, como se o mundo se expandisse e comprimisse em segundos. Me senti tão pequena, um grão de areia no mundo, tão sozinha... e percebi que todo mundo é tão sozinho na verdade... E de repente a coragem de viver me deixou tão grande.

Hoje fiquei completamente no escuro por horas. Achei que teria medo, mas não. Não tenho medo do escuro quando estou sozinha, não tenho mais medo de mim. E acaricio minha dor, aquela que poucas pessoas são capazes de entender, não preciso mais ser entendida. E tenho minutos de extrema consciência de mim e do mundo lá fora, do mundo aqui dentro, cheio de histórias, de passado, de sonhos, de medos, de dores, de palavras, de músicas, de cores em movimento.

Viver é tão difícil, mas tenho achado viver tão bonito.

2 comentários:

D. disse...

Bonito isso. E leve, o que é muito bom, né?!

Beijo.

Amanda disse...

é... acho que eu to começando a me aceitar mais.

bom te ver aqui.
beijo.