18.2.09

Um brinde às entrelinhas! E outro brinde à desilusão! Nunca essas duas me foram tão bem-vindas. E, por agora, resolvi deixar - numa ação consciente - aquele estalo de felicidade rangendo mais um pouco.

Nenhum comentário: