8.1.09

Tristeza é beleza eu garanto
É naquele instante de repente
Que o corpo fica quente morno frio
A mente parece que estala
O olhar abandona o alvo
E viaja alheio, perdido
Quando uma gota salgada brota

Se nesse exato instante
Alguém interessado chegasse bem perto
Munido de espelhos tecnologias
Ou de um coração atento
Seria capaz de ver escutar a tristeza falando
Bem dentro da lágrima que rola da face

Quem sabe ela diria assim
Eu apareço porque existe anseio
Existo pela solidão do mundo
Porque há dor
Porque há injustiça

Ou apenas isso:
Quando amo eu fico frágil e faz-se tempestade em mim.

Nenhum comentário: