27.1.09

Tenho pensado se não guardarei indisfarçáveis remendos das muitas quedas, dos muitos toques, embora sempre os tenha evitado aprendi que minhas delicadezas nem sempre são suficientes para despertar a suavidade alheia, e mesmo assim insisto.

2 comentários:

nada disse...

li este tb!
http://fantastico.globo.com/Jornalismo/Fantastico/download/0,,3949-1,00.pdf

ela é muito boa...bjs

Amanda disse...

que bom que tu gostou. :)
e o filme é no mesmo "clima".

bjs