16.1.09

Pensar, falar, escrever sobre amor.
Bem melhor que sentir mágoa.
E mágoa é melhor que raiva.
Um dia após o outro, uma noite após a outra.
Uma pessoa após a outra.
Uma mágoa após a outra.
Uma semana, uma vida de mágoas.
Um momento para desacreditar.
O mundo está perdido.
Tudo é tão superficial.
Não resta nada. Resta nada. Nada do nada.
E eu vou lá no fundo.
Para me dizer baixinho: calma.
Amanhã será para acreditar de novo.

Nenhum comentário: