27.11.08

Vez ou outra tem me dado impulso disso daquilo ou daquele outro. Não quero me mover agora, vou só terminar o que comecei. Não quero ter que tomar nenhuma decisão importante. Ne-nhu-ma. Vou ficar exatamente assim, meio escondidinha, colando o que quebrou, deixando cicatrizar, repetindo mantras. Muitas coisas vão acontecer na minha vida ainda. Falta pouco. Calma. Respira. As atitudes que eu julgar necessárias serão tomadas bem depois que tudo mudar, se eu ainda julgar realmente necessárias. Essa é uma época de transição e como em todas as épocas de transição é melhor deixar o tempo passar e tudo mudar, logo a estrada é outra, surge um atalho e muito chão fica pra trás.

Nenhum comentário: