6.10.08

No futuro eu quero um lugar pra escrever, quero escrever pela noite a dentro e sem pressa, quero escrever sem contar as gotas do chuveiro feito minutos que vão caindo, quero escrever sem essa tristeza comprimindo o meu peito (ela me pesa de modo que só consigo pensar nela e em mais nada), quero escrever sem que alguém atropele meu pensamento a cada instante com seus óculos, sua voz, seu perfume, suas mãos ágeis, seu medo, sua indiferença corrosiva, quero escrever sozinha, quero escrever leve, quero escrever livre, puramente e absolutamente escrever.

Nenhum comentário: